“Ecocardiografia de sobrecarga tem elevada sensibilidade e especificidade para o diagnóstico de doença coronária”

nova-tecnica-reduz-a-necessidade-de-cirurgia-de-coracao

A 1ª reunião do Heart Center do Hospital da Cruz Vermelha realiza-se no dia 30 de março, no Museu do Oriente, em Lisboa, e pretende dar relevância ao tema da ecocardiografia de sobrecarga e respetivas aplicações na prática clínica, numa altura em que as várias técnicas complementares de diagnóstico em Cardiologia têm sofrido um avanço significativo.

Carlos Cotrim, médico cardiologista no Hospital da Cruz Vermelha, explica que “a ecocardiografia de sobrecarga é efetuada em associação a esforço físico – preferencialmente num Heart Center – mas que também pode ser associada à administração de fármacos que simulam o esforço”. Este meio de diagnóstico poderá ser solicitado aquando da suspeita de uma doença das coronárias permitindo assim que seja feito o diagnóstico e, simultaneamente, “avaliada a gravidade da doença quando esta existe”. Realizado através de uma ecocardiografia antes, durante e após o esforço, este exame permite “observar se o coração funciona normalmente e verificar se o coração é o responsável pela sintomatologia reportada pelo doente”.

Segundo o médico cardiologista, “a ecocardiografia de sobrecarga tem elevada sensibilidade e especificidade para o diagnóstico de doença coronária no mínimo comparável aos exames concorrentes – cintigrafia de perfusão miocárdica, angioTAC coronário e ressonância magnética”, conferindo a “grande vantagem de ser mais barato e, sobretudo, de não utilizar contraste nem radiação.” Permite também, com maior rigor, a avaliação da gravidade das doenças das válvulas. Um melhor diagnóstico da presença de doença e da sua gravidade conduz a um melhor tratamento.

Mais informações disponíveis AQUI.

 

logobranco

MORADA:

Rua Hermínia Silva nº 8 LJ A, Jardim da Amoreira
2620-535 Ramada

geral@raiox.pt