Principais sociedades científicas internacionais de Pneumologia apresentam declaração conjunta sobre os dispositivos eletrónicos de fornecimento de nicotina

BI-AB144A_ECIGS_P_20160405110905

11 Sociedades Científicas de Pneumologia e Cirurgia Torácica Ibero-Latino-Americanas – entre as quais se inclui a Sociedade Portuguesa de Pneumologia – tomaram uma posição conjunta sobre os dispositivos eletrónicos de fornecimento de nicotina.

“A saúde respiratória necessita de ar limpo. A inalação direta, ou em segunda via, de fumo e/ou aerossóis gerados pelos dispositivos eletrónicos de fornecimento de nicotina, ou outros dispositivos, representa uma ameaça à saúde respiratória. Todas as estruturas do sistema respiratório são organizadas para a inalação do ar limpo e oxigenado, sem o qual a vida não seria possível.  As sociedades de profissionais comprometidas com a respiração saudável alertam a população em geral para evitar o uso de qualquer tipo de dispositivo que facilite a inalação de substâncias estranhas, cuja segurança não tenha sido comprovada cientificamente”, são afirmações que podem ser lidas neste manifesto.

Asociación Argentina de Medicina Respiratoria (AAMR), Asociación Latino Americana de Tórax (ALAT), Asociación Colombiana de Neumología y Cirugía de Tórax (ASONEUMOCITO), European Respiratory Society (ERS), Federación Centroamericana y del Caribe de Neumología y Cirugía de Tórax (FCCCNCT), Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia (SBPT), Sociedad Chilena de Enfermedades Respiratorias (SER), Sociedad Española de Neumología y Cirugía Torácica (SEPAR), Sociedad Mexicana de Neumología y Cirugía de Tórax, A.C. (SMNyCT), Sociedad Paraguaya de Neumología (SPN) e Sociedade Portuguesa de Pneumologia são as sociedades participantes nesta posição conjunta.

Consulte AQUI o documento elaborado pelas 11 sociedades.

logobranco

MORADA:

Rua Hermínia Silva nº 8 LJ A, Jardim da Amoreira
2620-535 Ramada

geral@raiox.pt