Sociedade Portuguesa de Pneumologia contribuiu para a reflorestação do Pinhal de Leiria

TG-03898

Como resultado de uma parceria com a Quercus e com a Nippon Gases, a Sociedade Portuguesa de Pneumologia (SPP) plantou, no dia 09 de março, 1000 árvores no Pinhal de Leiria.  Esta ação de responsabilidade social e ambiental surgiu no âmbito da Corrida do Pulmão onde a SPP – entidade promotora da iniciativa – se comprometeu com a oferta do valor de uma árvore por cada inscrição registada.

“A saúde ambiental é um fator muito importante na saúde RG-04065integral do indivíduo e, concretamente, na saúde respiratória, sendo uma das atitudes mais relevantes na prevenção das doenças respiratórias. Esta reflorestação do Pinhal de Leiria – que foi vítima de um incêndio bárbaro há dois anos – é uma iniciativa muito feliz, pelo que estamos aqui de forma voluntária, com muita vontade e satisfação por termos contribuído para uma causa nobre.  Em súmula, a plantação das 1000 árvores é, para a SPP, um ato muito importante, não só do ponto de vista social, mas também da saúde da população” referiu  António Morais, presidente da Sociedade Portuguesa de Pneumologia.

Para Paula Nunes da Silva, da Quercus, o envolvimento da SPP nesta atividade “é excelente. É essencial o envolvimento por parte de toda a sociedade civil e também da científica – que pela credibilidade e estudos científicos que têm, ajudam as pessoas a perceber o quão importante é termos um bom ambiente e estarmos em consonância com a natureza”.

A Nippon Gases, no seguimento do seu projeto “Caminhar por mais floresta” associou-se à SPP nesta ação, tendo adicionado às 500 árvores previstas resultantes do número de inscrições na Corrida do Pulmão, mais 500.

logobranco

MORADA:

Rua Hermínia Silva nº 8 LJ A, Jardim da Amoreira
2620-535 Ramada

geral@raiox.pt