Rosa Mota sensibiliza doentes respiratórios para que se mantenham ativos durante isolamento

Assinala-se a 21 de abril o Dia Nacional da Reabilitação Respiratória. Esta terapêutica é considerada como um pilar fundamental no tratamento das doenças respiratórias crónicas, permitindo a redução de sintomas, uma melhoria da mobilidade e da função muscular e o aumento da qualidade de vida.

Este ano, e perante o cenário atual, em que grande parte destes doentes se encontra numa situação de isolamento social e sem possibilidade de deslocação aos centros de reabilitação, a Sociedade Portuguesa de Pneumologia (SPP) disponibilizou o guia “Reabilitação Respiratória no domicílio em tempos de pandemia COVID-19”.  O objetivo deste guia, esclarecem Inês Sanches e Luís Vaz Rodrigues, da SPP, é “incentivar os doentes respiratórios crónicos para que se mantenham ativos nesta fase em que a tendência é um estilo de vida mais sedentário”.

“A intervenção farmacológica atua sobretudo no controlo dos sintomas respiratórios, mas, para alguns doentes, pode ser insuficiente para recuperar a sua capacidade funcional (desempenho físico-motor e realização de esforços físicos)”, reforçam os especialistas, pelo que é fundamental, para todos os doentes para os quais não existe contraindicação para a prática de exercício, que deem continuidade à sua realização.

Reconhecendo a importância de manter o corpo ativo apesar do isolamento social, Rosa Mota associou-se a esta sensibilização da Sociedade Portuguesa de Pneumologia deixando uma mensagem a todos os doentes respiratórios crónicos:

A reabilitação respiratória em doentes com COVID-19 é precisamente o tema de mais um webinar desenvolvido pela Sociedade Portuguesa de Pneumologia. Hoje, às 22h00, na página de Facebook da sociedade ou na plataforma https://pneumologia-elearnings.pt/.


MORADA:

Rua Hermínia Silva nº 8 LJ A, Jardim da Amoreira
2620-535 Ramada

geral@raiox.pt