Sociedade Portuguesa de Pneumologia assinala Dia Mundial do Pulmão com Sunset sem Tabaco

Um fim de tarde agradável, com música, com bebidas frescas e sem tabaco. É desta forma que a Sociedade Portuguesa de Pneumologia vai assinalar o Dia Mundial do Pulmão, a 25 de setembro.

Organizado em parceria com a Câmara Municipal de Lisboa e a Empresa Portuguesa das Águas Livres (EPAL), o Sunset Sem Tabaco vai decorrer na Praça do Município, entre as 17.30 e as 20.30, e será um evento aberto a todos aqueles que quiserem participar.

“Um pulmão saudável é também um pulmão sem tabaco. Com este tipo de iniciativas queremos – além de alertar para o facto de que o tabagismo leva à destruição do pulmão, um órgão precioso para o nosso bem-estar – contrariar a ideia de que o cigarro é útil para acalmar, criar, socializar. Queremos demonstrar que é possível estar muito bem sem fumar”, referem Paula Rosa e Cláudia Matos, da Sociedade Portuguesa de Pneumologia. “No dia seguinte, a 26 de setembro, assinala-se o Dia Europeu do Ex-Fumador e, com este evento, pretendemos também antecipar a sua comemoração. É uma data à qual gostaríamos que mais pessoas se juntassem a nós – os que já conseguiram deixar de fumar e os que estão a tentar deixar de fumar”, acrescentam as médicas pneumologistas.

O fotógrafo Fábio Miguel Roque – que aos 33 anos foi diagnosticado com uma doença pulmonar grave causada pelo tabaco e que, desde então, encarou a fotografia de um modo diferente, assim como o cigarro – também se associou a esta iniciativa e terá exposto no evento alguns dos seus trabalhos.

Numa altura em que tanto se tem debatido a questão do tabagismo, Paula Rosa e Cláudia Matos acreditam que “apesar da informação disponível, ainda há muitas dúvidas sobre os malefícios do cigarro. A evidência de que o cigarro “rouba” em média 10 anos de vida ainda não está completamente clara para todos os portugueses. A mensagem que a SPP deixa neste Dia Mundial do Pulmão é muito clara: não fume! O seu pulmão agradece.”

A par do tabagismo, a poluição atmosférica é também um dos principais fatores de risco de doença respiratória. No seguimento da conquista do título de Capital Verde Europeia em 2020, a Câmara Municipal de Lisboa está empenhada em reduzir os gases tóxicos presentes na atmosfera pelo que se tornou parceira da SPP nesta iniciativa que pretende também sensibilizar para a exposição à poluição.  Este é o ponto de partida para futuras parcerias entre as duas instituições.


MORADA:

Rua Hermínia Silva nº 8 LJ A, Jardim da Amoreira
2620-535 Ramada

geral@raiox.pt
Secured By miniOrange