Crónica NeuroSer: Dicas para promover uma boa alimentação na pessoa com demência

salad-791891_1280

Dicas para promover uma boa alimentação na pessoa com demência:

  • Tranquilidade à hora da refeição – Dê preferência a locais tranquilos e iluminados.
  • Tempo para a alimentação – É importante dar tempo à pessoa com demência para se alimentar, de preferência de forma autónoma.
  • Contrastes – Use cores contrastantes entre o prato e a toalha de mesa, ajudando assim à visualização dos alimentos e objetos.
  • Prevenção de acidentes – Dependendo da fase da doença poderá ser necessário a adaptação dos utensílios, como a utilização de pratos com rebordo e facas sem serrilha.
  • Manutenção da rotina – É fundamental manter uma rotina nos horários das refeições e promover o mais possível a alimentação de forma autónoma da pessoa com demência. Os gostos e preferências alimentares permanecem toda a vida e por isso escolha alimentos que sejam do seu agrado.
  • Prevenção da desidratação – A desidratação é uma causa frequente de agravamento do quadro clínico de pessoas com demência. É extremamente importante manter uma boa hidratação. Por ser frequente existir uma recusa em ingerir água pode também optar por infusões ou sumos ligeiros sem açúcar. Promova a ingestão de líquidos em pequenas porções ao longo de todo o dia.
  • Prevenção de aspirações pulmonares – As dificuldades em deglutir podem provocar aspirações de alimentos para os pulmões. Esteja atento a sinais de engasgamento frequente e a tosse frequente durante e após as refeições. Poderá ser necessária a intervenção médica ou de um terapeuta da fala para avaliação e intervenção em casos de alterações na deglutição (disfagia).

 

Revisão Clínica: Inês Tello

Crónica Quinzenal da autoria NeuroSer.

logobranco

MORADA:

Rua Hermínia Silva nº 8 LJ A, Jardim da Amoreira
2620-535 Ramada

geral@raiox.pt