Aparelhos dentários: esclareça as 5 dúvidas mais frequentes

Numa altura em que se inicia um novo ano e em que estar saudável continua a ser uma grande preocupação, é importante compreender que a saúde oral tem um grande impacto na saúde em geral. Neste sentido, é necessário dar atenção a alguns tratamentos comummente considerados apenas como estéticos, mas com impactos bastante mais vastos, como é o caso da colocação de aparelho ortodôntico.

“Colocar um aparelho é algo a que as pessoas normalmente oferecem alguma resistência por considerarem que se trata apenas de um tratamento relacionado com questões estéticas. Contudo, isto não é verdade. Um aparelho não corrige apenas a aparência do sorriso, também corrige problemas funcionais. O mau encaixe dos dentes pode ter fortes implicações ao nível da nossa saúde e traduzir-se em problemas de fala, de mastigação, dores de cabeça, dores de pescoço, entre outros. Para além disto, a colocação de aparelho pode inclusive melhorar questões respiratórias”, afirma Ricardo Coutinho, médico dentista de Ortodontia na MALO CLINIC Porto.

Neste sentido, Ricardo Coutinho esclarece 5 das dúvidas mais frequentes:

 1.       Colocar aparelho dentário é um processo doloroso? Não, o processo de colocação dos brackets, arcos e restantes componentes do aparelho dentário é indolor. Contudo, pode sentir-se algum desconforto resultante da fricção entre o aparelho e o interior da boca, principalmente numa fase inicial, enquanto existe uma habituação ao aparelho.

2.       A utilização do aparelho dura em média dois anos? Apesar de o tempo de tratamento variar de pessoa para pessoa e do acompanhamento e avaliação do médico dentista, geralmente o tempo médio que um paciente necessita de utilizar um aparelho fixo convencional ronda os dois anos.

3.       Após a utilização do aparelho, os dentes podem voltar a entortar? Sim, em determinados casos com o passar do tempo os dentes tendem a procurar uma posição mais próxima da original.  Esta situação é, no entanto, uma complicação fácil de evitar. Por isso, após o tratamento de ortodontia o médico dentista dará algumas indicações como a utilização de uma contenção ortodôntica, que será fundamental para manter os resultados conseguidos.

4.       É necessário mudar os hábitos alimentares após a colocação do aparelho? Não é necessário mudar os hábitos, mas é importante ter alguns cuidados. Nomeadamente na ingestão de alimentos duros, como fruta crua ou frutos secos, ou alimentos de difícil mastigação, como caramelos e pastilhas elásticas, pois podem danificar o aparelho. Além disso, devem também ser evitados alimentos que possam alterar o esmalte dos dentes caso não haja uma correta higienização, como os refrigerantes.

5.       Os aparelhos fixos são a única opção de tratamento? Não, existem vários tipos de aparelhos ortodônticos, como os aparelhos removíveis (tipicamente preventivos e utilizados na infância), o fixo convencional, o fixo autoligável ou invisíveis. Cada tipo de aparelho tem a sua função e, por isso, a escolha deve ser feita em conjunto com o médico dentista que saberá qual o mais adequado ao paciente e à sua condição.


MORADA:

Rua Hermínia Silva nº 8 LJ A, Jardim da Amoreira
2620-535 Ramada

geral@raiox.pt