Portugal inova no tratamento da hipertensão pulmonar crónica

No próximo dia 16 de maio, entre as 9h e as 17h, a Associação Portuguesa de Intervenção Cardiovascular (APIC) vai promover um curso formativo inovador em Portugal, no Centro Hospitalar do Porto, sobre o tratamento percutâneo de hipertensão pulmonar crónica tromboembólica, através de angioplastia pulmonar.

A hipertensão pulmonar tromboembólica crónica carateriza-se pela persistência de trombos sob a forma de tecido organizado obstruindo as artérias pulmonares. A consequência que advém desta obstrução é um aumento da resistência vascular pulmonar resultando em hipertensão pulmonar e insuficiência cardíaca direita progressiva. A realização deste curso, que é uma iniciativa D@CL,  tem como objetivo a promoção das ações de formação práticas e dinâmicas, com vista à aquisição e/ou partilha de conhecimento em procedimentos inovadores e complexos, em cardiologia de intervenção.

“O Centro Hospital do Porto é centro de referência para o tratamento da hipertensão pulmonar, tendo iniciado recentemente o programa de angioplastia pulmonar, com o apoio do Dr. Philippe Brenôt (Diretor Adjunto do Polo de Imagem e de Terapêuticas de Intervenção do Hospital Marie-Lannelongue, Paris), um dos cardiologistas de intervenção com maior experiência e maior contributo para o desenvolvimento da técnica, e que estará presente no evento. Trata-se de um tratamento relevante dada a elevada prevalência de doentes com hipertensão secundária a embolia pulmonar e com caráter multidisciplinar”, explica o médico Renato Fernandes, coordenador da iniciativa D@CL.


MORADA:

Rua Hermínia Silva nº 8 LJ A, Jardim da Amoreira
2620-535 Ramada

geral@raiox.pt