SPP lança campanha “Respirar pela DPOC”

Para assinalar o Dia Mundial da DPOC, que se celebrou ontem, a Sociedade Portuguesa de Pneumologia, através da sua Comissão de Trabalho de Fisiopatologia Respiratória e DPOC a associou-se à Global Initiative for Chronic Obstructive Lung Disease (GOLD) na campanha “Respirar pela DPOC, com o objetivo de dar a conhecer esta doença que afeta cerca de 800 mil portugueses

Ainda que se trate de uma doença altamente subdiagnosticada, estudos indicam que a DPOC afeta cerca de 14% na população portuguesa com mais de 40 anos, razão pela qual a Sociedade Portuguesa de Pneumologia, através da sua Comissão de Trabalho de Fisiopatologia Respiratória e DPOC, lança um desafio que visa sensibilizar as pessoas para esta doença. A ideia é conduzi-las a um exercício de simulação que seja revelador das dificuldades sentidas por quem vive diariamente com esta doença que afeta cerca de 800 mil portugueses. Mais informações sobre este desafio podem ser encontradas em www.respirarpeladpoc.pt

“A DPOC é uma doença altamente incapacitante. Debilita quem a tem, ao ponto de impedir de trabalhar, sair de casa porque causa uma constante sensação de falta de ar. Simples gestos do dia-a-dia, andar, subir umas escadas ou até ler em voz alta é algo que requer um esforço acrescido para quem sofre de DPOC. Neste sentido, a melhor forma que encontrámos para passar esta mensagem foi desafiar todas as pessoas a efetuar a leitura de um simples texto, com um só fôlego de ar. Trata-se de um texto que alerta para a importância do diagnóstico da DPOC, ao mesmo tempo que, após a leitura das primeiras linhas, coloca dificuldades acrescidas aos doentes respiratórios”, explica Inês Gonçalves, Coordenadora da Comissão de Trabalho de Fisiopatologia Respiratória e DPOC.

RG-8827

                Inês Gonçalves, Coordenadora da Comissão de Trabalho de Fisiopatologia Respiratória e DPOC


MORADA:

Rua Hermínia Silva nº 8 LJ A, Jardim da Amoreira
2620-535 Ramada

geral@raiox.pt