Nova Embalagem de LIXIANA® promove a adesão à terapêutica, ajudando a garantir benefícios a longo prazo para os doentes

lixi

A Daiichi Sankyo Europe GmbH (doravante, Daiichi Sankyo) anunciou o lançamento de uma nova embalagem para o edoxabano (conhecido pela marca LIXIANA® ▼) para melhorar as rotinas e promover a adesão correta à terapêutica. O edoxabano é o único NOAC, administrado uma vez ao dia, que demonstrou uma redução superior das hemorragias major quando comparado com a administração de varfarina na fibrilhação auricular não valvular (FANV).2 O perfil de segurança do edoxabano foi estabelecido num vasto conjunto de doentes no estudo ENGAGE AF-TIMI48 (Effective aNticoaGulation with factor xA next GEneration in Atrial Fibrillation) no qual os doentes foram acompanhados durante 2,8 anos.2

Dados reais mostraram que mais de um em cada quatro doentes com FA tem uma adesão abaixo do ideal aos NOACs, aumentando o risco de AVC e morte quando comparados aos doentes com adesão ideal.3 Mais amplamente, tem sido demonstrado que a má adesão aos tratamentos orais em doenças crónicas conduz a piores resultados e a maiores taxas de hospitalização nos doentes quando comparados com aqueles que tomam a medicação conforme a prescrição.4,5 A adesão à medicação tem, portanto, uma importância vital e a pesquisa mostrou que as intervenções na embalagem podem ser uma forma de aumentar efetivamente esta adesão.6

A recém-lançada embalagem de edoxabano foi concebida para incluir várias funcionalidades para melhorar a adesão à terapêutica. Inclui uma mensagem lembrete e um horário de tomas na abertura superior, lembrando os doentes da hora para a toma da medicação – o que foi demonstrado ter um efeito positivo sobre a adesão7 e pode ser particularmente útil para doentes recém-diagnosticados ou com problemas de memória. Para os doentes que mudaram de um antagonista da vitamina K (AVK), a nova embalagem ajuda a reforçar a importância da adesão e evita a complacência com um novo regime que pode ser considerado menos exigente. Uma última mensagem no interior da embalagem, lembra os doentes quando é necessário renovar a receita; encorajando o contato regular com o médico e melhorando a adesão a longo prazo. Além disso, um código QR impresso na capa interna da embalagem permite que os doentes acedam facilmente ao folheto informativo do medicamento em formato digital e a embalagem de abertura fácil foi concebida para ajudar doentes com uma menor destreza manual.

A adesão do doente à terapêutica é uma questão complexa e as características pessoais podem atuar como barreiras ao tratamento. A adesão a medicamentos que não tratam sintomas ativos pode constituir um desafio para os doentes.1,8,9,10 Outras barreiras à adesão podem incluir efeitos colaterais indesejados de medicamentos ou dificuldades em seguir esquemas de tratamento complexos ou múltiplos regimes de tratamento. 8,9,10

“Na Daiichi Sankyo estamos comprometidos com a segurança do doente como a nossa maior prioridade: um aspecto importante disso é garantir que os doentes sejam apoiados na adesão ao seu regime de tratamento”, disse Benoit Creveau, diretor de marketing cardiovascular da Daiichi Sankyo Europe. “Queremos capacitar os doentes para assumirem o controlo dos seus cuidados a longo prazo de forma a garantir que obtém o máximo benefício do seu tratamento, resultando em menos eventos de emergência e hospitalizações”.

Para os doentes que iniciam uma terapêutica anticoagulante, a facilidade de uso ou comodidade da medicação apoia a adesão e estabelece uma rotina forte para o tratamento prescrito.11 Os doentes com FA identificaram os fatores que podem melhorar a comodidade da medicação, incluindo embalagens fáceis de abrir e embalagens que incluem lembretes de dosagem, por exemplo dia e hora.12 Doentes com FA também preferem terapias fáceis de administrar, especificamente, a dose única diária é preferível à administração duas vezes ao dia.12 Se os níveis de adesão na vida real estiverem mais alinhados com os níveis de adesão observados em ensaios clínicos, os médicos podem sentir mais confiança  que os seus doentes beneficiarão do edoxabano como esperado.

Referências

  1. Cavallari I, et al. Clinical events after interruption of anticoagulation in patients with atrial fibrillation: An analysis from the ENGAGE AF-TIMI 48 trial. International Journal of Cardiology. 2018;257:102–107.
  2. Giugliano RP et al. Edoxaban versus Warfarin in Patients with Atrial Fibrillation. New England Journal of Medicine. 2013; 369:2093-2104.
  3. Borne RT, et al. Adherence and outcomes to direct oral anticoagulants among patients with atrial fibrillation: findings from the veterans health administration. BMC Cardiovascular Disorders. 2017;17:236.
  4. DiMatteo MR, et al. Patient adherence and medical treatment outcomes: a meta-analysis. Medical Care. 2002;40:794-811.
  5. Sokol MC, et al. Impact of medication adherence on hospitalization risk and healthcare cost. Medical Care. 2005;43:521-530.
  6. Conn VS, et al. Packaging interventions to increase medication adherence: systematic review and meta-analysis. Current Medical Research and Opinion. 2015;31(1):145-160.
  7. Boeni F, et al. Effect of drug reminder packaging on medication adherence: a systematic review revealing research gaps. Systematic Reviews. 2014; 3:29.
  8. Kolandaivelu K, et al. Non-adherence to cardiovascular medications. European Heart Journal. 2014;35:3267-3276.
  9. Ho PM, et al. Medication adherence: its importance in cardiovascular outcomes. Circulation. 2009;119:3028-3035.
  10. Osterberg L and Blaschke T. Adherence to Medication.New England Journal of Medicine. 2005;353:487-497.
  11. Abdou JK et al. Adherence to long-term anticoagulation treatment, what is known and what the future might hold. British Journal of Haematology. 2016;174:30-42.
  12. Vaanholt M, et al. Perceived Advantages and Disadvantages of Oral Anticoagulants, and the Trade-offs Patients Make in Choosing Anticoagulant Therapy and Adhering to Their Drug Regimen. Patient Education and Counseling. 2018. https://doi.org/10.1016/j.pec.2018.06.019.

 

logobranco

MORADA:

Rua Hermínia Silva nº 8 LJ A, Jardim da Amoreira
2620-535 Ramada

geral@raiox.pt