“População continua de olhos fechados em relação à principal causa de morte em Portugal”

“População continua de olhos fechados em relação à principal causa de morte em Portugal”

Portugal continua a liderar a lista dos países da Europa Ocidental com a mais elevada taxa de incidência de acidente vascular cerebal (AVC). Na hora de apontar os fatores que estão na origem desta realidade, José Castro Lopes não tem dúvidas de que as falhas estão essencialmente na prevenção. O conhecimento científico existe, as técnicas de tratamento do AVC em fase aguda têm sido alvo de grande evolução, contudo, a população continua de “olhos fechados” em relação à principal causa de morte em Portugal. Para o presidente da Sociedade Portuguesa do Acidente Vascular Cerebral, a par da prevenção, é igualmente urgente apostar na reabilitação pós-AVC, já que apenas uma pequena percentagem dos doentes têm acesso a este tipo de tratamento que em tanto contribui para a recuperação das funções que ficaram comprometidas. Assista aqui às declarações de José Castro Lopes ao Raio-X, no âmbito do 13.º Congresso Português do AVC que desde quinta-feira está a decorrer no Porto.

logobranco

MORADA:

Rua Hermínia Silva nº 8 LJ A, Jardim da Amoreira
2620-535 Ramada

geral@raiox.pt