24 de março | Dia Mundial da Tuberculose | Tuberculose ainda é uma realidade em Portugal

“A tuberculose ainda existe em Portugal. Junte-se à luta pela erradicação. Faça a diferença!” é este o desafio lançado pela Sociedade Portuguesa de Pneumologia (SPP) no âmbito do Dia Mundial da Tuberculose que se assinala, anualmente, a 24 de março.

Com este mote, a SPP quer “aumentar o conhecimento sobre tuberculose na população, relembrar que é uma doença que ainda está presente na nossa realidade, sobretudo com uma nova dinâmica associada aos movimentos migratórios atuais. Pretende-se também desmistificar o estigma associado à doença e enfatizar a importância do rastreio e adesão ao tratamento”, afirmam Maria da Conceição Gomes e Joana Carvalho, da Comissão de Trabalho da Tuberculose da SPP.

A tuberculose continua a ser uma das doenças infeciosas mais relevantes no panorama mundial. Em Portugal, os dados mais recentes do Programa Nacional para a Tuberculose referem uma taxa de notificação da doença de 14,5 casos por 100 mil habitantes em 2022. Os mesmos dados registam uma redução anual de casos em 5,1% nos últimos cinco anos (2018-2022), no entanto, a mortalidade pela doença teve um acréscimo, sendo de 8,6% em 2022 e de 6,0% em 2021. Porto e Lisboa são os dois distritos com uma taxa mais elevada de notificação entre 2018 e 2022: 23,0 e 22,6 casos por 100 mil habitantes, respetivamente.

Neste Dia Mundial da Tuberculose a SPP vai desenvolver algumas iniciativas, entre as quais se incluem a divulgação nas redes sociais de conteúdo informativo e que pretende aumentar a literacia em tuberculose da população. O que é a doença, como se transmite, principais sintomas e tratamento são alguns dos temas abordados.

Além disso, realizar-se-ão três sessões comemorativas:

– 14 de março, 15h00, no Salão Nobre da Clínica de São Cristóvão (Lisboa): exposição relativa à história da tuberculose em Portugal.

– 15 de março, 15h00,  no Salão Nobre da Clínica de São Cristóvão (Lisboa): sessão “A tuberculose ontem, hoje, amanhã?” – com intervenção de José Miguel Carvalho; “Um olhar para o futuro – Testemunhos da experiência  da doença reportados por doentes“  e moderação de Nadine Ribeiro.

– 8 de abril, 15h00, no MAAT (Lisboa): sessão “Tuberculose: onde estamos e para onde vamos?”. Com intervenção de Isabel Carvalho “Tuberculose e arte”.

Para a criação da imagem da campanha deste ano a SPP inspirou-se na ligação antiga existente entre a tuberculose, o tango e o fado, sendo esta doença muitas vezes inspiração nestes estilos musicais.

MORADA
Rua Hermínia Silva nº 8 LJ A, Jardim da Amoreira
2620-535 Ramada

CONTACTOS
GESTÃO DE PROJETOS:
Cátia Jorge - 926 432 143 | Ricardo Gaudêncio - 966 097 293

EMAIL
geral@raiox.pt