“Evitar comportamentos de risco poderá prevenir um número significativo de lesões da coluna”

A propósito do Dia Internacional das Lesões da Coluna Vertebral, assinalado no dia 5 de setembro, o Raio-X entrevistou Nuno Neves, Secretário-Geral da Sociedade Portuguesa de Patologia da Coluna Vertebral. A importância da prevenção e o impacto deste tipo de lesões foram temas destacados pelo especialista.

Raio-X (RX) – As lesões da coluna mais frequentes são evitáveis? 

Nuno Neves (NN) – Uma grande parte das lesões significativas da coluna é evitável, já que resultam de acidentes decorrentes de descuido, más opções, falta de atenção, desconhecimento ou comportamentos de risco.

RX – Quais as principais causas?

NN – As principais causas são acidentes rodoviários, quedas de altura, atividades desportivas, mergulhos em águas rasas, acidentes de trabalho, e atos de violência.

RX – Quais os principais sinais/sintomas a que devemos estar alerta?

NN – A coluna vertebral protege a medula espinal, pelo que, felizmente, a maioria dos traumatismos da coluna não provoca lesões medulares. Contudo, quando a medula é lesada o doente perde funções abaixo do nível da lesão, como perda da sensibilidade e paralisia. Estas alterações podem ser totais ou parciais, e, em muitos casos são definitivas.

RX – As lesões na coluna representam mais de 50% das causas de incapacidade física em idade laboral. A população está mais sensibilizada para esta problemática?

NN – Estas lesões podem acontecer a qualquer um e em qualquer altura, e são particularmente incapacitantes, pelo que é fundamental consciencializar as pessoas para este perigo.

RX – Que impacto pode ter este tipo de lesão na vida dos doentes?

NN – As lesões da coluna vertebral, particularmente com atingimento medular, têm um impacto significativo para estes doentes a nível físico, mental, social, sexual e profissional, condicionando incapacidade e dependência de terceiros. Por outro lado, há um elevado impacto económico e social, para o paciente, a sua família e a sociedade.

RX – De que forma podem prevenir-se as lesões da coluna?

NN – Evitar comportamentos de risco, como mergulhos em zonas de baixa profundidade, redução da sinistralidade rodoviária, cuidado especial com as quedas, particularmente nos idosos, e maior segurança no trabalho, poderá prevenir um número significativo de lesões da coluna.

Por Marisa Teixeira


MORADA:

Rua Hermínia Silva nº 8 LJ A, Jardim da Amoreira
2620-535 Ramada

geral@raiox.pt