Posição da Society for the Advancement of Blood Management na gestão de sangue do doente durante a pandemia COVID-19

Hoje, com a pandemia da COVID-19, e como seria de esperar, o fornecimento de sangue está a diminuir à medida que os dadores se afastam e o sangue já doado expira. Nesse sentido, a Society for the Advancement of Blood Management (SABM) emitiu a sua posição na gestão de sangue do doente.

É do conhecimento geral que estamos na iminência de uma grave escassez de sangue causada pela pandemia da COVID-19. Situações pandémicas/epidémicas anteriores como, por exemplo, oH1N1 tiveram um impacto negativo significativo nas reservas de sangue uma vez os dadores, que temem uma possível exposição ao vírus, evitam os pontos de recolha e os hospitais.

Para preservar o declínio progressivo no fornecimento de sangue, os Estados Unidos e outros governos, bem como a OMS, apoiam a Gestão de Sangue do Doente (Patient Blood Management – PBM). Neste momento em que enfrentamos uma crise global sem precedentes, todos os esforços devem ser implementados.

Em detrimento de privar os doentes dos procedimentos cirúrgicos necessários em consequência das poucas reservas de sangue disponíveis, a SABM acredita que a implementação de algumas estratégias-chave de Gestão de Sangue dos Doentes permitiria que parte da atividade clínica necessária pudesse continuar.

Assim, a SABM recomenda:

  1. Identificar e tratar a anemia;
  2. Identificar e resolver problemas de coagulação antes da cirurgia;
  3. Usar todos os métodos conhecidos e eficazes de conservação de sangue durante e após um procedimento, incluindo a eliminação de exames de sangue excessivos;
  4. Monitorizar cuidadosamente o estado dos doentes após a cirurgia, intervindo rapidamente em caso de sangramento inesperado;
  5. Apoiar os doentes no pós-operatório com terapêuticas que suportem a produção de sangue;
  6. Educar minuciosamente os doentes, informando que fazem parte de um esforço global.

A SABM salienta que os princípios de Gestão do Sangue do Doente baseados em evidências são aplicáveis e necessários na prática quotidiana e talvez ainda mais durante este período difícil.

Mais informações AQUI.


MORADA:

Rua Hermínia Silva nº 8 LJ A, Jardim da Amoreira
2620-535 Ramada

geral@raiox.pt