Sobreviventes de AVC expõem obras de pintura no Porto

Assinala-se hoje o Dia Mundial do AVC e, nesse sentido, a Portugal AVC – União de Sobreviventes, Familiares e Amigos vai inaugurar hoje a 1ª Exposição Coletiva de Pintura, com obras de nove sobreviventes de AVC de diversos pontos do país, no Porto.

De acordo com o presidente da Portugal AVC, António Conceição, “a pintura exerce um papel importante no processo de reabilitação de alguns sobreviventes de AVC, e com esta exposição pretendemos valorizar o trabalho e as obras destas pessoas, de forma a mostrar que, mesmo eventuais sequelas, podem não impedir a realização pessoal, também através da arte”.

As obras vão estar expostas de forma gratuita no Península Boutique Center do Porto até ao dia 17 de novembro, mas António Conceição demonstra o interesse em “passar por outros pontos do país, como mais um exemplo de superação possível aos sobreviventes de AVC”.

Para além desta iniciativa, a Portugal AVC já tem dinamizado diversas ações por todo o país, com o intuito de sensibilizar a população para a prevenção do AVC e, sobretudo, de contribuir para encontrar resposta às necessidades sentidas pelos sobreviventes e cuidadores, dando-lhes visibilidade, e querendo favorecer a integração plena na sociedade.

O AVC ocorre como resultado de uma oclusão ou de uma rotura de um vaso sanguíneo cerebral, levando a que uma parte do cérebro deixe de funcionar por não lhe chegar sangue com oxigénio e glicose necessários à sua sobrevivência. De acordo com a zona afetada, a pessoa poderá ficar subitamente com limitações, como movimentar uma parte do corpo, ter dificuldade na comunicação e compreensão por palavras, e diversas outras, incluindo a nível cognitivo ou emocional.


MORADA:

Rua Hermínia Silva nº 8 LJ A, Jardim da Amoreira
2620-535 Ramada

geral@raiox.pt
Secured By miniOrange