Ensino à distância: Ordem dos Psicólogos cria guia para pais ajudarem os filhos

O confinamento já não é uma novidade, mas nem por isso deixa de ser um desafio gerir uma família no regresso das aulas à distância. Para ajudar os pais na difícil tarefa de conseguir ajudar os filhos, a Ordem dos Psicólogos Portugueses (OPP) criou dois documentos, essenciais para esta fase da pandemia. O primeiro foca-se no ensino à distância e o segundo debruça-se sobre a importância da saúde mental das crianças e adolescentes.

Estudar em tempo de Pandemia – Guia para Pais e Cuidadores

A educação escolar é sem dúvida um dos principais desafios dos pais. Para que a aprendizagem e o percurso letivo não fiquem em standby é necessário encontrar estratégias para lidar com a participação nas aulas, as atividades e os trabalhos à distância. É sem dúvida difícil para as crianças, mas é também um desafio para os pais que podem ter de gerir o apoio aos filhos de várias idades, com o teletrabalho e a rotina. É normal que se sintam ansiosos, preocupados, cansados, culpados ou incapazes, sem saber o que fazer ou como ajudar os filhos. Tolerância e flexibilidade são as palavras a ter em mente, além das recomendações que a OPP preparou.

– Cuide de si: Tente encarar o confinamento como uma oportunidade de passar mais tempo em família e procure encontrar a melhor forma de lidar com o ensino à distância. Mantenha-se calmo, tenha expectativas realistas e lembre-se que não é professor do seu filho. É também fundamental encontrar tempo para si próprio e perceber que não está sozinho.

– Organize o dia a dia: Construa em conjunto com as crianças e/ou adolescentes um horário semanal que inclua momentos de aulas, estudo autónomo, lazer e relaxamento, adaptado à rotina familiar. É fundamental respeitar os momentos de intervalo para garantir a concentração e sempre que possível diferencie a zona de estudo da zona de lazer.

– Acompanhe o estudo: Comece por relativizar e ajustar o trabalho proposto às circunstâncias familiares, tendo em mente que quantidade não é necessariamente qualidade. Tente mostrar o caminho, motivar, apoiar e dar o exemplo, sem estudar pela criança/adolescente. O objetivo é conseguir acompanhar, promovendo o estudo autónomo. Aproveite este período desafiante para promover a capacidade de auto-regulação, incentivar competências de organização e estudo e elogiar as conquistas. É importante estabelecer objetivos elevados mas realistas, para estimular a aprendizagem e ajudar a superar as dificuldades.

 

Como me Sinto – Checklist sobre Crianças e Adolescentes

Perante esta pandemia que afeta todos e obriga a uma adaptação à realidade é essencial estar atentos e cuidar da saúde psicológica e do bem-estar das crianças e adolescentes. A OPP criou uma Checklist (disponível no link) para ser respondida pelos pais, que os ajuda a perceber como têm sentido os filhos nas últimas duas semanas. Deve responder o mais sinceramente possível, assinalando sempre que a resposta for “sim, na maior parte do tempo”. Os resultados não são um diagnóstico psicológico, mas servem para ajudar a pensar sobre a criança ou adolescente. Se está preocupado, procure ajuda profissional. Um Psicólogo pode ajudar.

 

###

 

Links:

Estudar em Tempo de Pandemia – Guia para Pais e Cuidadores: Pode aceder AQUI

Como me Sinto? – Checklist sobre Crianças e Adolescentes (para Pais, Cuidadores e Professores): Pode aceder AQUI

 

 


MORADA:

Rua Hermínia Silva nº 8 LJ A, Jardim da Amoreira
2620-535 Ramada

geral@raiox.pt